sexta-feira, 23 de agosto de 2013

SAPSE - SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA E PROMOÇÃO SOCIAL ESPÍRITA DIA 31/08/2013 NA ASECAL- ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA CRISTÃ ANDRÉ LUIZ EM FEIRA DE SANTANA -BA


Como decorrência natural dos princípios doutrinários que norteiam as suas atividades, o trabalho assistencial realizado pelo Movimento Espírita junto às populações socialmente carentes mostra-se bastante amplo, indo desde uma pequena e eventual distribuição de alimentos e roupas usadas até obras sociais de grande vulto.

A sua esfera de ação é, também, muito abrangente, alcançando não só as atividades realizadas junto à sociedade em geral, como também as atividades relacionadas com o Poder Público, no trato das questões que dizem respeito à assistência e promoção sociais.

Dentro do seu trabalho solidário de colaborar com as atividades desenvolvidas pelos Centros e demais Instituições Espíritas, o Conselho Federativo Nacional da FEB, que reúne Entidades Federativas de todos os Estados do país, aprovou diretrizes e recomendações que constam dos documentos “A Adequação do Centro Espírita para o melhor atendimento de suas finalidades (ACE)” e “Orientação ao Centro Espírita (OCE)”.

Com relação ao Serviço de Assistência e Promoção Social Espírita e como uma das atividades básicas dos Centros Espíritas, esses documentos recomendam:

1. “II - h) promover o serviço de assistência social espírita, assegurando suas características beneficentes, preventivas e promocionais, conjugando a ajuda material e espiritual, fazendo com que este serviço se desenvolva concomitantemente com o atendimento às necessidades de evangelização.” (ACE)

2. “IX - a) O Serviço Assistencial Espírita das entidades deverá ser realizado integradamente, com orientação doutrinária e assistência espiritual, sem imposições, de modo que possa constituir-se em um dos meios para a libertação espiritual do homem, finalidade primordial da Doutrina Espírita.” (OCE)

Tendo em vista a amplitude e a diversificação dos assuntos relacionados com esse trabalho e como desempenho de sua natural atribuição, foi instituída no âmbito das Comissões Regionais, dentre outras, a Assessoria da Área do Serviço de Assistência e Promoção Social Espírita - SAPSE, com o objetivo de organizar, de forma integrada com as Entidades Federativas, as atividades de apoio ao Centro Espírita para o cumprimento das suas finalidades nesta área, de forma compatível com as recomendações contidas nos textos supracitados.

No decorrer dos trabalhos das Comissões Regionais, logo se evidenciou a necessidade de ser elaborado um Manual de Apoio para as atividades que devem ser desenvolvidas pelos Centros Espíritas na área do Serviço de Assistência e Promoção Social Espírita, com sua fundamentação evangélico-doutrinária, suas características, seus objetivos e suas diretrizes de trabalho.

A tarefa de elaboração desse Manual passou a ser executada, representando o esforço comum dos companheiros responsáveis por esta área em todo o território nacional. Uma vasta bibliografia foi consultada e procurou-se dar atenção especial às experiências significativas, relatadas pelos representantes das Entidades Federativas. As recomendações do CFN da FEB constantes do opúsculo Orientação ao Centro Espírita (OCE), serviram de diretriz para a elaboração deste Manual de Apoio, que, em síntese, se propõe a desenvolver e a explicitar as orientações e recomendações contidas naquele opúsculo.

É oportuno, também, registrar a participação da USE – União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo, nesta tarefa, já que, para servir de base na elaboração do presente Manual, cedeu, gentilmente, o seu livro Serviço Assistencial Espírita (9). Este livro, publicado inicialmente em forma de apostila em 1981 e revisado, ampliado e atualizado em 1984 e 1995, representou o esforço de uma equipe de trabalhadores da USE e faz parte deste Manual em sua quase totalidade.

Este Manual de Apoio para as Atividades do SAPSE constitui-se, assim, em mais um resultado positivo das atividades de Unificação do Movimento Espírita. Não é, contudo, um trabalho definitivo, podendo e devendo ser aprimorado e enriquecido ao longo do tempo através, inclusive, das experiências que forem sendo colhidas com a sua aplicação.

Vale ressaltar, finalmente, que, como orientam os textos do CFN da FEB, este Manual é colocado à disposição das Instituições Espíritas a título de sugestão e de subsídio para suas atividades. Não tem, obviamente, nenhum propósito de aplicação obrigatória, ficando a critério dessas Instituições adotá-lo ou não, parcial ou totalmente, ou utilizá-lo de forma compatível com suas próprias necessidades ou conveniências, preservado, naturalmente, o seu texto original.

Brasília, julho de 2000.
Assessoria da Área do SAPSE
das Comissões Regionais do CFN da FEB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sejam bem vindos e façam seus comentários!

PÁGINAS MAIS VISITADAS

Seguidores do google